Comunicação pobre é a ruína dos relacionamentos.

Comunicação pobre é a ruína dos relacionamentos.

 

Já parou para observar como é a comunicação dentro do seu relacionamento familiar? Esses dias, analisei com um olhar profissional a comunicação em meu lar  e fiquei muito feliz em ver o quanto  a conversa é boa no dia a dia da minha família.

Tenho filhos falantes. Puxaram os pais, rs… Eu e meu marido somos bons no diálogo. Temos sempre muitas histórias pra contar. Tenho um filho de 3 anos, o João e uma pré-adolescente, a rafa.

São nessas conversas simples que os laços familiares se fortalecem e é onde podemos observar se nossos filhos estão assimilando os valores que passamos para eles. Como eles agem em relação as diferenças e como reagem aos obstáculos que se apresentam.  Relacioamento familiar se desenvolve na conversa despretensiosa. No bom dia, na piada, no fora que você deu com um amigo.

Mas se você pensa que na minha casa não há conflitos, você está enganado. Que Casamento não tem seu período de adaptação? Pode durar uma década até o relacionamento se harmonizar. Afinal, estamos falando na união não de duas pessoas, mas de duas culturas, duas almas com identidades próprias, sendo assim, até o antepassado interefere nessa união.

E como conduzir para a pacificação? Aceitando um ao outro e combinando comportamentos, ações e decisões que beneficiarão o grupo. Bom para todos é bom para mim! Se as divergências não forem de valores, tudo se resolve.

Relacionamento é a arte de resolver conflitos, não é verdade? Então, eu vou dar algumas dicas simples de comportamentos e atitudes que se observarmos em nós, refletirão positivamente na convivência em família, com amigos e no local de trabalho.

Em Família

Acredito que o convívio familiar é onde mais se encontram divergências e como são pessoas muito íntimas, muitas vezes, deixa-se a amabilidade de lado e faz-se uso de palavras grosseiras, gestos agressivos e até mesmo um silêncio arrebatador, criadouro da mágoa que envenena as relações.  Então, minha dica é: Se fosse um amigo, ou um colega de trabalho que tivesse feito algo ao invés de um ente seu, a reação seria a mesma?

  • Oferecer café a uma visita é fácil. Faz isso para a pessoa que mora com você! Ofereça o café, fala que seria ótimo tomar um café juntos. Já pensou em usar essa linguagem amorosa e educada para sua mãe, pai, marido ou irmão?
  • Se sua esposa se atrasou, olhe pra ela como  sendo uma grande amiga e fale para essa amiga sobre o atraso. Você pode se surpreender com a resposta.

Família é o bem mais precioso. Todas tem seus problemas, mas nada que possa vencer o amor e a união.  

Ao falar com os filhos

Imagine como você resolveria um problema se fosse filho do seu melhor amigo. Certamente com firmeza e serenidade. Lembrando sempre que todos fomos crianças e adolescentes e a gente precisa se reinventar pra acompanhar essa geração.

Lembre-se: o jeito que seus pais lhe trataram pode ser ou não um bom exemplo. Reflita. você pode repetir o erro ou melhorar com seus filhos.

Educar é um desafio diário e umas das ferramentas é a abordagem. Nunca prometa o que não pode cumprir.

“Se você não tirar nota boa você vai ficar sem celular”. Tem certeza que pode bancar essa promessa?  Se falhar uma vez, já era! Perde a credibilidade e a autoridade.

  • Elogie seus filhos!
  • Diga sempre palavras positivas para eles.
  • Você vai conseguir. Você é inteligente e esforçado. Se você organizar melhor seu tempo você vai melhorar seu desempenho na escola. Vou ajudar você nisso.

É muito importante respeitar a individualidade deles, mas é imprescindível estar atento aos passos dados em direção ao isolamento. Quanto tempo seu filho passa trancado no quarto? Muito mais do que passa em família ou com os amigos? Isso não é um bom sinal.

Não se esqueça que filhos precisam de direção, limites e liberdade para mostrarem o que estão aprendendo com a família.

 

A famosa DR. Discutir relação

Quem está mais nervoso no começo da conversa? Se é você, por que está tão estressado? Pense nas respostas que teria ao abordar sua parceira ou parceiro com essa carga emocional. Se estivermos falando em alguém de pavio curto, o caldo irá entornar de vez, não vai? Antes de trazer o assunto à tona, respire, pense no que você está sentindo. Que nome tem esse sentimento? Se não é bom, do que vai adiantar tê-lo como companhia. Seja inteligente. Preocupe-se em como você reage as emoções. A sua reação determinará o resultado e a sua maturidade.

  • Espere o sangue esfriar e trate o assunto com a pessoa de forma respeitosa.
  • Se a discussão for subir de tom, seja sagaz. Silencie, peça para retomar a conversa em outro momento e se afaste sem desrespeitar a outra parte.
  • Seja civilizado, mas não arrogante. Eu não quero falar no assunto porque você não está em condições, pode ser pior. É melhor: eu não quero falar sobre isso agora porque estou chateada e preciso pensar. Ou, eu errei, me perdoe, eu espero você digerir isso. 

Dê um tempo e aprenda com o problema! seja verdadeiro.

 

No trabalho

Ter amigos no local em que passamos a maior parte do dia é o ideal, mas nem sempre isso acontece. Aquele colega de temperamento difícil é um teste diário para você? E você não passou nessa lição ainda? O que você acha que está fazendo errado? Ou acha que o errado é o outro que balança suas estruturas?

Sinto em lhe dizer que o responsável pelo que acontece com você é você mesmo. Já dissemos que a sua reação define o resultado. O segredo é treinar a mente para ver o lado bom da situação. O estrategista em desenvolvimento pessoal, Tony Robbins ensina que devemos aprender a reestruturar.

  • O chefe pega no seu pé? Pense que ele te cobra porque sabe da sua capacidade em oferecer mais ao trabalho.
  • Seu colega de trabalho vive tentando puxar seu tapete? Pense que ele gostaria de fazer melhor que você e ainda não consegue, enquanto isso ele ensina você sobre como não agir e como ser esperto. Esse colega vai aprimorar sua habilidade em ser eficiente. Você vai aprender a enxergar como a águia e olhar tudo positivamente.

No mais, ouça com atenção seus colegas, amigos, sua família. Esteja presente quando estiver ouvindo, seja amável e bem-humorado, sempre! A alegria abre portas e perfuma o lugar em que estamos.

As palavras formam os fios com os quais tecemos nossas experiências.

Aldous Huxley

 

Se você gostou do texto, compartilhe!

Fechar Menu

Olá! Clique aqui e fale com a Dani Amorim

Estou no WhatsApp